Sem horas e sem dores,

sejam bem vindos.

Minha pequena seresta









Vizinhos fecharam janelas... Evitaram até escutar
minhas notas peripécias de uma voz recém-desperta...
É que acordei com uma vontade de cantar-te uma seresta!
pra tentar, de manhã cedo, ver o teu sorriso brilhar...

Cê apareceu, boneca! Linda ainda a bocejar
e me jogou um beijo doce lá de cima da janela
Perdi até coordenação nas minhas notinhas singelas
mas de amor que me laçou, me prendi no teu olhar!

Procurei me concentrar, pra cantar minha canção
que eu compus só pra ocê, minha boneca, minha vida,
Cá estava eu, feliz com teu sorriso em minha mira,
e te cantando meu amor, do fundo do coração!

Num momento um tanto simples, mesmo com toda modéstia
teu sorriso iluminou mais que o sol naquele dia!
Me perdoe o desafino, não sou bom em cantoria
Mas que fique no teu coração minha pequena seresta.

1 Comentários:

camilaferrer disse...

Tas amando ér?
Sabe oq é melhor de saber que esse teu talento pra poesia é lindo e magnífico, é saber q isso é feito com amor...

EU TE AMO. E isso me resume.

Postar um comentário

........................................: OnDe mE aChA! :........................................

TWITTER: http://twitter.com/Sir_Otavio
ORKUT: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=13746541447095137404
______________________________________________________________________________