Sem horas e sem dores,

sejam bem vindos.

Deixe-me vencer










De todos os meus males eu retiro os bens,
De todos os demônios eu retiro os reféns,
De todas as tuas rezas eu retiro os améns,
E de tu, mulher feroz, tirarei tudo o que tens...

Pois tudo o que tens eu que te dei
E não mereces um pingo do que me esforcei
Aceitarei tuas cartas e retratros de perdão,
mas perdoar-te, minha cara, certamente nunca irei.

Estou vencendo, as poucos, minhas maldições,
Caindo e levantando, movendo multidões,
E se pra isso eu preciso retirar-te da minha vida,
Em teu peito, minha cara, descarregarei as munições.

Pois em ti se encontra a força que me mantém caído ao chão
E em teu meio, não há força que destrua teu fulgor,
E se antes eu preciso me armar até os dentes,
Deixe-me vencer, meu bem... Por favor...

Não quero me render ao seu amor.

5 Comentários:

Rayana Moura disse...

Como eu queria ter o teu talento pra expor minha raiva dessa maneira...tão bela!
Está simplesmente...MAGNÍFICO!
Fui à loucura quado li: "Em teu peito, minha cara, descarregarei as munições". Minha reação foi a seguinte: Me levantei e me sentei, depois lenvantei e fui chamar quem estivesse aqui em casa para ler o poema. E por pouco não disse um palavrão! (Só q como eu não falo palavras de baixo calão, só consegui falar: PERFEITO, PERFEITO, MAIS QUE PERFEITO!!!)
O desfecho foi brilhante! *-*
PARABÉÉNS!

camila disse...

Parabéns amor. :)
Te adoro muito meu bem...

Ediane disse...

Que violência! rsrsrs...

maryna disse...

NOSSA oO

Philipe de Jong(Dj Yong) disse...

gostei muito de seus textos...te segui pelo meu blog...http://philipedejong.blogspot.com.br/
Textos de minha autoria....tomara que goste

Postar um comentário

........................................: OnDe mE aChA! :........................................

TWITTER: http://twitter.com/Sir_Otavio
ORKUT: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=13746541447095137404
______________________________________________________________________________