Sem horas e sem dores,

sejam bem vindos.

Meu nome é Zé, tenho 25 anos e quero morrer.










Dôtôra pisicóloga, veja o que tenho pra falar
Posso num saber muito bem escrever,
mas sei rimar,
espero que a sinhora possa me intender.

Nasci numa familia pobre
Sem pão nem leite pra me dá de comê
minha mãe e meu pai encontrou a morte
e eu fiquei sem nada entender

Cresci na rua e só sabia rimar
e ninguem dava valor ao que tinha pra falar.

De manhãzinha sentava no banco
ouvindo o canto dos passarinhos passando perto
O povo me via com "olhar de branco"
E Deus, eu sempre soube que eu tava certo

Num tinha rôpa boa pra vestir
Tinha o que tinha, o que achava, o que me dava
Fui na igreja pra do mal eu me despir
E o padre, pensando que eu era ladrão, me expulsava

Eu dei uma flor pra uma moça bem bonita
ela correu, cuspiu na flor e jogou fora
A dor que toma a gente vem da margarida
que com toda beleza e aroma, tá ali, no chão agora

Nesse mundo não tem "oportunidade"
só conheço essa palavra porque vi numa placa de rua, daquelas grandes
nessa terra o julgamento é pelo dinheiro e pela idade
pobre adulto e sem familia... sou pequeno nesse mundo de gigantes

Cresci na rua e só sabia rimar
e ninguem dava valor ao que tinha pra falar.


Se a senhora dôtôra chegou até aqui na carta
sentiu a minha istória, é de doer
intenda, sei que nunca vou ter uma familia e uma mesa farta
Meu nome é Zé, tenho 25 anos e quero morrer.





PS: A gente num faz idéia do que esse povo sofre, o povo honesto que muitas vezes não tem o que comer e ainda assim não rouba nem 1 laranja na feira...
Muitos olham com aquele "olhar de branco", o olhar de recriminação, de preconceito... e não sabem o quanto um simples olhar pode machucar.
Vamos ter sempre em mente que o mundo precisa de nós, somos feitos da mesma carne, frutos da mesma árvore...

7 Comentários:

Armindo Ferreira disse...

Realmente, no nosso cotidiano agitado nos tornamos insensíveis com todos aqueles "estranhos" que estão ao nosso redor. Caminhamos preocupados com apenas a nossa vida, falando ao celular, sorrindo, brincando, discutindo, xingando...mas... existem inúmeras pessoas que nesse ínterim passam fome, fome física, fome fria, fome de amor, fome de carinho, fome de vida.
Minha preocupação reside justamente em apenas nos preocuparmos com isso sem nada fazer. Ficamos chocados com essa realidade, mas também ficamos, muitas vezes, como galinha chocando ovo, apenas parados, esperando.

Luiz Veloso disse...

não devemos nunca permitir que a dor alheia se torne uma visão comum em nosso cotidiano...
ótima consciencia!!

Anônimo disse...

poxa eu li e xorei que coisa triste!
agente nao presta atenção do que ta ao nosso redor isso acontecendo nos parecemos que temos um rei na barriga!

Rebeka disse...

Muito bom,incrível sua capacidade de sensibilizar uma pessoa com o que você escreve.Escrever bem é um dom e você o possui,sinta-se privilegiado pois isso é pra poucos!Continue assim usufruindo disso pra comover e fazer com que as pessoas dêem mais atenção a esses pequenos detalhes que ás vezes passam a desapercebido mais que são muito importantes,realmente muitas vezes magoamos pessoas com apenas um olhar!

parabéns,tá tudo cada vez mais lindo,
te amo

.*.Nata.*. disse...

"Sou pequeno nesse mundo de gigantes..."
Às vezes nem é preciso ser pobre, ter 25 anos e querer morrer pra visualizar na prática social o quanto esse mundo é injusto, cheio de malícia e má vontade...
Compartilho com sua visão triste deste mundo mais do que absurdo que vivemos...
É como diz o cantor:
"Eu não sou dono do mundo, mas tenho culpa pq sou filho do dono!"
E fora td esse emaranhado significativo, a estrutura poética é de impressionar, visto a riqueza de léxico e conhecimento linguistico para tal...
Apesar de td este comentário, a verdade é que NADA tenho a dizer, pq vc ja disse TUDO!
Parabéns!
Te amo♥

Nine disse...

Ai,
que doloroso hein...
Sempre penso nisso,
já quis mudar o mundo,
mas me vejo pequena num mundo de gigantes...
Ameu seu poema,
está lindissimo e impactante.
beijO

Rodrigo Fenty disse...

Um poema realmente incrível! É muito ruim quando percebemos que apenas o nosso querer é muito pouco para mudar as inúmeras desigualdades deste mundo! Teria um poder enorme se cada um pensasse da mesma forma e respeitasse mais o irmão...

Postar um comentário

........................................: OnDe mE aChA! :........................................

TWITTER: http://twitter.com/Sir_Otavio
ORKUT: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=13746541447095137404
______________________________________________________________________________